Ministro da Educação não admitirá ideologia de gênero em livros para crianças

Milton Ribeiro declarou ser contra a abordagem do assunto para crianças de 06 anos em livros didáticos. Afirmou que esse é um compromisso do governo.



Foto - Luiz Fortes / MEC



No evento de lançamento do cronograma do Novo Ensino Médio, o Ministro da Educação, Milton Ribeiro, fez um balanço do seu primeiro ano à frente do MEC e declarou que não irá admitir questões de gênero em livros didáticos para crianças de 6 anos.


"Não vou permitir que em livros didáticos a gente posso levar questões de gênero para crianças de 6 anos de idade, tudo tem o seu tempo certo, não podemos violentar a inocência das crianças. Respeito as decisões dos adultos, mas discordo de falar para uma criança que ela pode ser menino ou menina aos 6 anos de idade, esse é um compromisso de valores que nosso governo tem e não vamos abrir mão", afirmou Ribeiro em seu discurso na última quarta-feira (14/07).



Prioridades


Milton Ribeiro apontou prioridades após seu primeiro ano à frente do MEC.


“Temos 38 milhões de alunos na educação básica pública no país. Alguns países não têm esse número de habitantes. Tenho 54 mil escolas rurais que não têm eletricidade, 4 mil escolas sem água e 3 mil sem esgoto, mas só se pensa em internet, e o que eu estava querendo dizer quando apoiei o veto (presidencial à internet nas escolas) é que temos de trabalhar com cautela, [pois] temos responsabilidade com recurso público”, disse o Ministro.



Oração pelo Presidente


O presidente Jair Bolsonaro, que participaria do evento, foi internado com dores abdominais no mesmo dia. Milton Ribeiro abriu o evento com uma oração pelo presidente.


“Lembramos do Presidente da República e oramos pela sua pronta recuperação”, disse Milton Ribeiro em prece.

25 views0 comments