A nova educação e a gestão escolar moderna

Updated: Jun 15

Indissociáveis e interdependentes, a qualidade de uma depende da capacidade da outra.



Por Raquel Tiburski


A educação pós-covid não será mais a mesma. O ano de 2022 será um divisor de águas entre as formas de ensinar e de aprender, o início da transição para uma nova educação. Vale lembrar que mudanças, avanços e evoluções somente são possíveis por meio da gestão escolar moderna e dos profissionais da educação à frente deste processo.


Muito se fala e muito se espera da educação brasileira. Em especial, na rede privada de ensino. Afinal, historicamente, é mais ágil e tem melhores condições de escolher e decidir os melhores rumos para o empreendimento educacional.

Falar em gestão escolar “moderna” parece estranho, mas não é. Afinal, é uma disciplina relativamente nova dentro da Ciência da Administração.



Perspectiva histórica sobre a gestão escolar


Embora a Administração tenha suas raízes datadas por volta do ano 5.000 a.C., na Suméria, a necessidade de resolver problemas cotidianos e comuns à sociedade levaram a um mínimo de organização e à sistematização de processos e controles.

De lá para cá, muito se evoluiu e algumas teorias e teóricos sobressaíram e entraram para a história da Administração. Especialmente, Taylor (Científica), Fayol (Clássica), Mayo (Comportamento Organizacional) e Weber (Teoria das Organizações).


Outra grande evolução se deu a partir da década de 1920, quando as escolas começaram a ser encaradas como se fossem empresas. E, de fato, são.

O empreendimento educacional demanda os mesmos processos – planejamento, organização, gestão e controle do ciclo administrativo, desde o fluxo de caixa até o pagamento dos profissionais da educação. Surgia, então, por semelhança de processos, a gestão escolar.


Cem anos depois, a pandemia veio acelerar os processos de transformação digital. Na área educacional, estavam, pelo menos, de 10 a 20 anos atrasados ou ultrapassados.


O fato é que, de 1920 até 2020, a forma de gerir e administrar as escolas é basicamente a mesma e não sofreu alterações ou transformações sensíveis. No máximo, um ou outro processo se tornaram mais ágeis por meio da tecnologia.

Veja dois bons exemplos como a os processos de gestão escolar são atrasados ou ultrapassados.


Primeiro, a forma como as escolas executam a cobrança do serviço educacional. Além da papelada envolvida, precisam de um ou mais funcionários disponíveis por mais de uma semana para emitir e enviar faturas e boletos. E, depois, ainda controlar e monitorar, manualmente, o pagamento das mensalidades.


Em contraste, a moderna gestão financeira em escolas precisa de apenas alguns poucos cliques para automatizar esse processo.


O segundo exemplo, é uma prática já ultrapassada: a antiga e obsoleta agenda escolar em papel. Ela foi banida de vez com a pandemia, afinal se tornou um vetor para o contágio com o vírus da covid-19.


Há muito a moderna gestão da comunicação escolar cabe na palma da mão de gestores e dos pais e responsáveis, com um aplicativo de agenda escolar digital.



A gestão escolar moderna


Diferenciar administração de gestão escolar, não faz a menor diferença para o dia a dia das instituições de ensino. Em princípio, é uma questão meramente retórica. Na prática, apenas se justifica ou tem valor sob a perspectiva da pesquisa e da investigação acadêmica.


Nesse sentido, a gestão escolar moderna é integral e compreende a totalidade dos aspectos e dimensões da administração de uma instituição de ensino.

Em síntese, é responsável pela gestão estratégica e sustentável dos recursos disponíveis e pela busca de melhores resultados.



Os pilares da gestão escolar moderna


Talvez eu tenha me estendido ao contextualizar a gestão escolar na modernidade. É provável que sim, mas creio ser relevante. Principalmente porque o cenário de pandemia antecipou tendências e colocou à prova a gestão escolar profissional.


Ao mesmo tempo, para atender a todas as necessidades de uma instituição de ensino e da comunidade escolar a gestão escolar moderna demanda visão estratégica e práticas administrativas sustentáveis.


De fato, o que pressupõe existirem princípios norteadores. Certamente, existem, são os pilares da moderna gestão escolar:


  • Gestão Pedagógica

  • Gestão Administrativa

  • Gestão Financeira

  • Gestão de Recursos Humanos

  • Gestão da Comunicação

  • Gestão de Processos

  • Gestão Acadêmica


Integral e responsável por toda a administração das instituições de ensino, assim é a gestão escolar moderna.


Não apenas a inteligência estratégica e a inovação são marcas da gestão escolar profissional, mas também a utilização de tecnologias e ferramentas que geram soluções e alternativas efetivas.


Sem dúvida, o que permite aumentar o foco no cliente (estudante e famílias), ao mesmo tempo em que os processos operacionais continuam sob total controle. É assim que começa a caminhada rumo à nova educação.


Por isso é que gerir de forma profissional e tecnológica os sete pilares da nova gestão de escolas leva à eficiência e à eficácia. Enfim, as melhores e mais efetivas práticas e processos são e serão as marcas da nova educação e da gestão escolar moderna.


A nova educação e a gestão escolar moderna são indissociáveis


A gestão das áreas essenciais e críticas ao melhor desempenho das instituições de ensino e a consequente entrega de valor aos alunos e às famílias são fundamentais para o negócio educacional.


Afinal de contas, as escolas particulares são, sim, empresas. Portanto, precisam de inteligência estratégica e sustentável para oferecer uma educação de qualidade e resultados superiores aos da concorrência, para sua consolidação e crescimento.

Em resumo, esses são os objetivos finalísticos da moderna gestão escolar. Os quais, inegavelmente, são mais facilmente atingidos e conquistados com o auxílio da tecnologia.


Dessa forma, fica expressa a indissociabilidade entre a nova educação, a gestão escolar moderna, as novas tecnologias e a inovação.



Tecnologia diminui as dores da moderna gestão escolar


De fato, a gestão escolar de áreas estratégicas nas escolas particulares é potencializada e otimizada mediante o auxílio da tecnologia.


Os benefícios decorrentes da utilização de tecnologias e super aplicativos para a gestão pedagógica, administrativa, acadêmica, financeira, de recursos humanos, de processos e da comunicação escolar são muitos.

Sem dúvida, melhoram o desempenho da gestão escolar moderna em diversas áreas e atividades do dia a dia das instituições de ensino, tais como:


  • Otimizar a tomada de decisões.

  • Controlar eficientemente as finanças.

  • Diminuir a inadimplência e a evasão escolar.

  • Melhorar o desempenho na retenção e na captação de alunos.

  • Aumentar a produtividade dos profissionais da educação.


A qualidade da nova educação depende da capacidade da gestão escolar moderna

O enorme potencial da tecnologia para revolucionar o dia a dia da moderna gestão escolar é imprescindível ao modelo de negócio da rede privada de ensino. Como resultado, tem-se as condições necessárias para a nova educação de qualidade que todos queremos e esperamos.


Reação em cadeia, assim como a gestão escolar profissional é indissociável da inovação e da tecnologia. Da mesma forma, a qualidade da nova educação depende da capacidade da moderna gestão escolar.


Crescer em momentos de crise


Por mais complexo que possa ser, crescer é a única alternativa em momentos de crise. Caso contrário, o resultado é o que ocorreu a 8.740 escolas particulares em 2021: não suportaram e encerraram suas atividades.


Muitos não gostam de ouvir, mas o aprendizado que fica é que fazer mais e melhor com menos e modernizar os processos são os caminhos (sem volta) para a nova educação e a gestão escolar moderna.


Ao final, resta uma certeza após as muitas experiências vivenciadas em dois anos de pandemia: é impossível avançar com as mesmas práticas e processos anteriores à pandemia.


Assim, fica fácil compreender por que são tão profundamente integradas e interdependentes a nova educação e a gestão escolar moderna.



 

Raquel Tiburski

Diretora de Vendas e Marketing do Diário Escola. Graduada em Processos Gerenciais, especialista em Formação Pedagógica de Professores e pós-graduada em Formação Pedagógica de Professores. Tem mais de 20 anos de experiência de atendimento ao cliente.


www.diarioescola.com.br

Veja Demonstração


86 views1 comment